A missão espiritual dos cachorros

A missão espiritual dos cachorros

Gostou? Então compartilhe!

Um estudo publicado no Science Direct revela que os cachorros podem diferenciar uma boa pessoa de uma não tão boa. Também sentem quando alguém não é tão amável. 

Esses seres maravilhosos que na verdade parecem ser o melhor amigo do homem, não são apenas animais que servem para cuidarmos ou acompanharmos, sua existência tem um sentido mais profundo que te surpreenderá ao saber.

Antes de falar de sua função, vamos falar da sua origem e outros detalhes. Como já sabemos, dizem que os cachorros vêm dos lobos e de fato compartilham semelhanças genéticas.

Mas a alta variedade raças de cachorros nos levam a pensar que tem algo a mais além de uma simples domesticação. 

A Missão espiritual dos cachorros nas nossas vidas

A Missão espiritual dos cachorros

Alguns especialistas espirituais mencionam que os cachorros são seres que foram enviados das estrelas para ajudar o ser humano em seu aprendizado sobre o amor incondicional.

Isso não é impossível, considerando o fato de que investigadores sugeriram que os povos possivelmente têm uma origem extraterrestre.

Nesse sentido, o corpo do cachorro nasceu nessa dimensão física, porém a energia que circula nele não necessariamente é daqui. Poderíamos pensar que o cachorro é um ser menos evoluído.

Porém, isso é uma ilusão da nossa cabeça. A evolução não é proporcional ao intelecto nem a funcionalidade social, a evolução viria a ser um tema da alma e do espírito.

Quantos humanos amam da mesma maneira que o cachorro ama o seu próximo? Isso é evolução, no entanto não há complexidade intelectual.

Com isso não quero dizer que o ser humano seja menos evoluído, mas o cachorro é mestre do ser humano quando se trata de amor incondicional.

De acordo com o sistema de energia dos cachorros ou também chamado de chacras, o plexo solar e o coração são as maiores áreas neles, são seres receptores de energia.

Eles vêm proteger energeticamente seus companheiros humanos, por isso é comum que subitamente um cachorro fique doente se seu dono também estiver,

ou se seu amigo humano está em risco ele não se sente bem, ou depois da morte do humano é ele que se deixa morrer,

porque eles vêm como uma missão e ainda que acreditemos que é o humano que encontra o cachorro, é o contrário.

Eles chegam na hora certa, aparecem na rua e procuram ficar conosco ou simplesmente por sincronia entram em nossas vidas.

O humano pode acreditar que escolhe o cachorro, mas este através do seu olhar nos reconhece e isso faz com que a zona de empatia ative cerebralmente e decidimos ficar com ele.

Os cachorros nos ensinam o amor incondicional, não julgam, não criticam, não se ofendem, não armazenam rancor, ressentimento aborrecimentos ou coisas similares. O cachorro perdoa, ama, toca. 

A Missão espiritual dos cachorros

Se o abandonamos ou maltratamos ele começa a aflorar mais a parte genética da sua estrutura primitiva de lobo.

Ficam agressivos e desconfiados, mas o carinho e o cuidado, embora leve tempo, os devolve novamente a sua vibração natural de amor incondicional.

No plano da energia, como já foi dito, são receptores. Eles gostam de extra sensibilidade, percebem não somente se alguém quer prejudicar fisicamente o seu companheiro humano, mas também energeticamente.

Assim recebem a energia primeiro para que não afete o seu humano. Quando o seu companheiro humano tem padrões emocionais ou hábitos malvados,

o cachorro começará a trabalhar com essa energia e não somente com a pessoa a quem se sente mais apegado em casa, mas com toda família.

Por isso é importante dar muita água para que transmita a energia para levá-los ao reiki e liberá-los de energias desnecessárias.

O ser humano quando dorme entra em outras frequências, o mesmo acontece com o cachorro. Temos projeções e viagens astrais e elétricas.

O cachorro mas que tudo é um guardião no plano astral e pode ser diferente como é neste plano físico.

Provavelmente ele assumirá alguma forma que nossa mente reconheça para não termos medo e nos sinta seguros, ou simplesmente estará como observador cuidando do nosso campo energético.

Existem casos documentados em que casas com muitas cargas negativas, o cachorro não quer entrar e se entra muitas vezes morre porque recebe todo o impacto da energia, podemos ver este exemplo no filme o feitiço, o cachorro em sua constante respiração ofegante recicla a energia ao redor absorve e purifica.

Realmente ofegante ou colocando a língua para fora a caminho de transpirar. Não esqueçamos que o suor é uma maneira pela qual o corpo remove as toxinas.

Obviamente refere-se a ofegar quando não é devido ao cansaço, sede ou ansiedade.

O movimento contínuo da sua cauda ativa e potencializa seus primeiros chacras, ajudando a aumentar o campo vibratório da pessoa, nestes chacras residem a força vital e a percepção extra-sensorial, não confunda com o terceiro olho.

Veja também:

Como superar a perda de um cachorro

A maravilhosa missão espiritual dos cachorros

Um cachorro sempre vai elevar a frequência emocional do ser humano. Um cachorro vive em média oito vezes menos que o humano, isso é porque, como já disse, eles vêm a uma missão determinada.

A Missão espiritual dos cachorros

Nosso corpo se regenera em ciclos de 7 a 10 anos, muito semelhante ao tempo de vida médio de um cachorro.

Nos acompanham, nos ajudam a elevar a frequência emocional, a compreender o amor incondicional, para transmutar a informação celular e curar.

A razão energética do uivo do cachorro, é porque a sua sensibilidade consegue detectar vibrações negativas ou densas então ele avisa, inclusive pode perceber eventos em outras partes do mundo, ou eventos que ainda vão acontecer.

É comum que muitas pessoas digam que antes de grandes terremotos, por coincidência, seus cachorros latem constantemente ou ficam inquietos.

Não só o humano é multidimensional, como mencionado por alguns cientistas acadêmicos no campo da energia.

O cachorro também tem uma existência multidimensional, é por isso que ele sente quando algo  ruim acontece, algo com o seu companheiro humano.

Por razões estéticas, sua cauda e orelhas geralmente são cortadas. O que equivale a mutilá-lo no plano energético, embora ele se recupere, é totalmente desnecessário fazer isso.

Nos ouvidos está o chacra coronário responsável pela conexão cósmica, por isso são como suas antenas.

E na cauda, como já dissemos, está a força vital. 

Realmente não há necessidade de continuar com essas práticas cruéis, não são necessárias.

O ato de adotar um filhote é uma das ações mais nobres que podem ser feitas.

A Missão espiritual dos cachorros

Comprá-lo é uma maneira de se conectar com aqueles que estão destinados a estar em nossas vidas, no entanto vender seres tão maravilhosos e colocar um preço neles, não é bom.

Com o tempo, isso vai esfriar sua alma. Talvez alguém pode pensar que se os cachorros pegam a energia negativa poderia ser esta a causa do porquê em algumas áreas se 

acumulam tantos cachorros na rua e realmente estão certos.  Mas dar uma vida melhor a esses cachorros é um ato que, por falta de amor, gera um campo de alta frequência no local onde são encontrados.

Essa semente de amor continuará a vibrar como uma série de ondas geradas quando uma pedra cai na água. 

Por fim, deve-se mencionar que quando um cachorro sai do seu corpo, ele ainda está aqui em uma dimensão mais sutil, mas sempre acompanhará seu amigo humano.

Eles não são apenas leais na vida, mas depois de cumprir sua missão na terra.

Isso foi comprovado muito nas sessões de reiki. Enquanto a pessoa está na maca, alguns terapeutas os veem cuidando do seu parceiro humano.

Espero que tenha gostado artigo. Compartilhe sua opinião na seção de comentários logo abaixo. Considere a possibilidade de se inscrever no nosso canal  Amor Por Animais.

Gostou? Então compartilhe!

Veja também

Comentário

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments